RESERVAS

Cardápio

Cardápio

O que temos para você!

Nhoque da Fortuna

Todo dia 29 do mês

Na cidadela,
Que bela,
A noite derrama o aroma do jantar

Mas na casinha,
Tão aconchegante,
Somente nhoque para alimentar

E o velho homem
De mãos postas
Diante da lágrima, que acaba de ver,
Diz à companheira
Tão prestimosa
Minha velha: -Deus há de prover!

Mas um viajante
Faminto e cheio de fé,
Chega à porta, bem devagar
Dividindo, com eles, o nhoque, em pé,
Sete grãos para cada um desfrutar.

Que surpresa!
Que festa!
Com o estranho que se vai
O casal generoso descobre,
Embaixo dos pratos modestos
Moedas do ouro, que atrai.
Doar sem olhar a quem
É um milagre.
Da divisão, multiplica o próprio bem.

Comendo sete grãos em pé
E com um dólar na mão
Vai em Paz e distribui
Alento, Esperança e Gratidão

Sheila Ferlim dos Santos